Você está em: Página Inicial > Cresce uso abusivo de bebida alcoólica entre as mulheres

Cresce uso abusivo de bebida alcoólica entre as mulheres

O uso abusivo de bebida alcoólica cresceu entre as mulheres, segundo dados inéditos divulgados pelo Ministério da Saúde em julho do último ano. O aumento foi de 11% no período de 2006 a 2018, especialmente em mulheres com idades entre 18 e 24 anos. Os números são preocupantes e acendem o alerta para consequências graves na saúde. Destaque para o aumento nas chances de desenvolver o Câncer de Mama e os impactos no desenvolvimento do feto, no caso das gestantes.

Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2018. O aumento do consumo do álcool entre mulheres é atribuído ao fato de estarem mais presentes no mercado de trabalho e com vida social mais ativa.

O Ministério da Saúde considera ‘uso abusivo de álcool’ a ingestão de quatro ou mais doses entre as mulheres e cinco ou mais doses de bebidas alcoólicas entre os homens, em uma mesma ocasião, nos últimos 30 dias. Apesar do parâmetro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) defende que não existe volume seguro de álcool a ser consumido: ele é tóxico para o organismo humano, pode provocar doenças mentais, diversos cânceres, problemas hepáticos, alterações cardiovasculares e diminuição de imunidade.