Você está em: Página Inicial > Pensando em engravidar? Planeje-se!

Pensando em engravidar? Planeje-se!

O pré-natal é fundamental para prevenir problemas na gestação. Mas você conhece o acompanhamento pré-gestacional? É raro encontrar quem comece um acompanhamento médico antes mesmo de conceber a criança, mas acredite:  melhor preparar o corpo antes de engravidar. A paciente deve procurar um médico e submeter-se ao exame ginecológico e outros complementares para avaliar as condições de seu organismo.

Este momento também é uma ótima oportunidade para já conhecer melhor um profissional que poderá acompanhar seu pré-natal e até ser responsável pelo parto, no caso de um ginecologista obstetra. Aproveite a fase para tirar todas as suas dúvidas.

Entre os exames ginecológicos solicitados pelo médico está a análise de fatores que possam gerar dificuldades de ter um bebê, como menstruação irregular ou histórico de doença infecciosa e de cirurgias para endometriose. É importante também que o homem verifique a qualidade e quantidade de espermatozoides por meio de um espermograma. Assim, pode-se detectar algum obstáculo para a concepção e já tentar saná-lo desde o início.

Nessa primeira conversa, a futura gestante também pode relatar seu histórico de saúde geral, como a existência de alguma doença crônica (hipertensão, diabetes, asma, etc) ou mesmo um histórico familiar. Normalmente, ter esse tipo de quadro pode trazer diversas complicações durante a gestação. Esses fatores aumentam os riscos de óbito, aborto, parto prematuro e eclampsia – por isso essas mulheres precisam ser acompanhadas de perto. Além disso, é verificada a tabela de vacinação e a mulher pode conferir se está devidamente blindada contra doenças como a rubéola, que causa diversas malformações fetais graves e pode ser evitada com uma simples vacina.