Você está em: Página Inicial > Você conhece o pré-natal masculino?

Você conhece o pré-natal masculino?

O mês de novembro é marcado pelos alertas sobre o cuidado com a saúde do homem. O chamado Novembro Azul chama a atenção principalmente para a prevenção do câncer de próstata, tipo mais comum entre os homens. Por isso, pensando no público masculino, vamos falar sobre um tema desconhecido por muitos futuros papais: o pré-natal masculino.

A ideia de que o atendimento pré-natal é responsabilidade única da mulher, sem haver necessidade de participação do parceiro, é um dos fatores que reforçam o peso maior de cuidado dos filhos sobre as mulheres. Para combater essa desigualdade e fomentar a prática de uma paternidade ativa e cuidadora antes, durante e depois do nascimento do filho, além de prevenir doenças, o Ministério da Saúde normatizou o programa de pré-natal do homem.

A ideia geral da iniciativa é que o homem acompanhe a parceira nos exames de pré-natal da gestação e já aproveite para realizar os seus próprios check-ups. Entre os exames comuns do pré-natal masculino sugeridos pelo programa do Ministério da Saúde estão:

  • Exames de sangue completos para averiguar possíveis doenças crônicas, como diabetes ou doença falciforme, e controle do colesterol;
  • Fator Rh (antígeno presente no sangue) para comparar com o da mãe e checar se há riscos para o feto;
  • Aferição de Pressão Arterial para prevenção da hipertensão;
  • Verificação de peso e IMC – Índice de Massa Corporal;
  • Testes de DSTs – Doenças Sexualmente Transmissíveis, como a AIDS e a sífilis, que podem ser transmitidas da mãe para o feto e acarretar consequências graves;
  • Exames para detectar hepatites, principalmente os tipos mais perigosos (B e C).